NOTÍCIAS

Postado em 27 de Novembro de 2018 às 20h50

Tribunal de Justiça prorroga prazo para apresentação de Declaração de Bens e Renda.

SINJUSMAT O SINJUSMAT, na última sexta-feira (2311), protocolou requerimento à Administração do Tribunal de Justiça (CIA sob n. 0103114-45.2018) buscando a dilação do prazo para...

O SINJUSMAT, na última sexta-feira (2311), protocolou requerimento à Administração do Tribunal de Justiça (CIA sob n. 0103114-45.2018) buscando a dilação do prazo para apresentação da Declaração de bens, rendas e valores.

Segundo a Instrução Normativa nº. 4/2012-PRES, anualmente todos os Servidores são obrigados a apresentar esta declaração de bens ao próprio Tribunal de Justiça, ainda que não haja patrimônio a ser declarado.

Segundo a Normativa, o descumprimento desta determinação sujeita o Servidor(a) a determinadas penalidades.

Considerando que neste ano houve um curto espaço de tempo para que todos providenciassem os documentos necessários e procurando evitar quaisquer penalidades o SINJUSMAT requereu dilação do referido prazo o que foi de pronto atendido pela Presidência do Tribunal de Justiça.

Ainda assim, é importante frisar que foi prorrogado o prazo até o dia 30-11-2018, impreterivelmente.

Não deixem de cumprir esta obrigatoriedade. Evitem constrangimentos e penalidades.

É o SINJUSMAT na luta pelo Servidor, sempre.

Veja também

ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA ALTERA ESTATUTO DO SINJUSMAT06/11/18 Em data de 31 de outubro de 2018 o SINJUSMAT realizou Assembleia Geral Extraordinária com a finalidade específica de alteração do parágrafo único do artigo 66 do Estatuto da Entidade Sindical. O parágrafo único do Estatuto trazia como texto originário o seguinte teor: “É considerado eleitor todo sindicalizado que tenha no......
Governo repassa R$ 36 mi ao TJ, mas duodécimo em atraso chega a R$ 250 mi24/01/18 A secretaria estadual de Fazenda (Sefaz) deve repassar R$ 36 milhões ao Poder Judiciário nas próximas horas. O valor é referente ao duodécimo de novembro e dezembro de 2017. Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça......

Voltar para Notícias