NOTÍCIAS

Postado em 07 de Julho de 2017 às 17h27

Sinjusmat protocola requerimento de melhorias aos Servidores

SINJUSMAT Seguindo o entabulado na reunião realizada na tarde do dia 04 de julho de 2017, o Sinjusmat protocolizou requerimento de melhorias aos Servidores por entender que é necessário e urgente dar-se um SALTO, um...

Seguindo o entabulado na reunião realizada na tarde do dia 04 de julho de 2017, o Sinjusmat protocolizou requerimento de melhorias aos Servidores por entender que é necessário e urgente dar-se um SALTO, um AVANÇO JUSTO na questão remuneratória.

Isto em razão das incongruências remuneratórias que ainda persistem em nosso sistema de subsídios, apesar de todos os esforços empreendidos pelo SINJUSMAT. Assim, é preciso dar o “avanço justo”, ou seja, solucionar definitivamente esta problemática, que espera-se fazer no todo ou em parte através das propostas apresentadas.

Na mesma esteira, o Sinjusmat procurou demonstrar ao Presidente do Tribunal de Justiça, tanto na reunião, quanto agora, através do requerimento protocolado, que persistem no SDCR questões significativamente prejudiciais aos Servidores que merecem a devida correção. Alterações estas que, uma vez implementadas, trarão reflexos positivos a todas as classes de Servidores. Na ocasião desta problemáticas e soluções remuneratórias específicas dos cargos de Auxiliar e Técnico Judiciário.

Lembrando a todos que não cabe ao SINJUSMAT criar situações que gerem desconforto ou atritos entre as categorias, mas, do contrário, destacar a necessidade de união e respeito às especificidades de cada cargo, bem como incentivar o engajamento nas lutas sindicais e ainda apresentar as demandas e soluções para as questões remuneratórias e de condições de trabalho dos Servidores do Poder.

“Estamos todos, Sinjusmat e Servidores, buscando um objetivo comum - melhorias remuneratórias e de condições de trabalho para as classes do Poder Judiciário”. Enfatiza Rosenwal Rodrigues.

 

Matéria: Equipe de Imprensa Sinjusmat

Veja também

Justiça dá 3 dias para Estado explicar atrasos antes de decidir bloqueio de R$ 250 milhões01/02 A juíza Celia Regina Vidotti, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Popular de Cuiabá, deu um prazo de 72 horas para que o Governo do Estado se manifeste, através da Procuradoria Geral do Estado, sobre a ação proposta pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso (Sinjusmat). A entidade pede o bloqueio de R$ 250 milhões......
SERVIDORES são “pegos de calça curta”. 26/09 SINJUSMAT entra com Pedido de Providência junto ao CNJ para suspender a votação do SDCR e outros. Após sermos pegos de surpresa com a pauta da sessão administrativa extraordinária do Tribunal Pleno, o SINJUSMAT......

Voltar para Notícias