NOTÍCIAS

Postado em 02 de Julho de 2017 às 22h39

SINJUSMAT FILIA-SE A FENAJUD

SINJUSMAT Diretores estiveram nesta quarta-feira (28) em Cuiabá (MT) para tratar de pautas da categoria no estado e da adesão do sindicato à Federação. Na quarta-feira (28), a Federação...

Diretores estiveram nesta quarta-feira (28) em Cuiabá (MT) para tratar de pautas da categoria no estado e da adesão do sindicato à Federação.

Na quarta-feira (28), a Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados (Fenajud), esteve no Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Mato Grosso (Sinjusmat), em Cuiabá, para uma reunião onde a filiação da entidade à Fenajud foi confirmada pelo presidente do sindicato mato-grossense, Rosenwal Rodrigues dos Santos.


Ainda no encontro, os dirigentes debateram sobre temas da categoria que integram a pauta no estado. Para Luiz Fernando Souza, presidente da Fenajud, “a reunião foi muito proveitosa. A filiação do sindicato do Poder Judiciário do Estado do Mato Grosso é um marco para a Fenajud. Essa efetivação só vem fortalecer a luta dos trabalhadores do judiciário estadual. Há anos lutamos para conquistar essa parceria, que graças ao esforço da diretoria da Federação será efetivada”.


Ainda pelo sindicato estavam presentes as dirigentes Elisangela Artmann e Geane Lina. Pela Fenajud estavam o presidente da Federação Luiz Fernando Souza, a diretora de Finanças, Maria José e a coordenadora regional Centro-Oeste, Sali Hildebrando.

O Sinjusmat

A partir da atuação firme do Sinjusmat as carreiras do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso estão muito melhores. Nos últimos anos a categoria teve o resgate de 30% da remuneração dos servidores referente a perdas inflacionárias não implementadas em outras administrações sindicais, o reconhecimento do direito a URV, através de ação judicial, com incorporação de 11,28% na remuneração e pagamento de passivos, a aprovação do SDCR – Sistema de Desenvolvimento, Carreiras e Remuneração dos Servidores, a implantação efetiva do direito constitucional às perdas inflacionárias anuais, o ganho real de 16,66% na remuneração dos servidores, além do pagamento de passivos, implantação dos auxílio-creche, auxílio-alimentação, auxílio-saúde, auxílio-estudo e a luta por seus reajustes anuais como forma de garantir o poder aquisitivo dos servidores.

Fonte: site Fenajud. Publicado em 29/06/2017 | 18:26
Foto: Equipe Sinjusmat
 

Veja também

TJ pode posicionar-se contra Taques e cobrar duodécimos atrasados23/05 O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso ( Sinjusmat) entende que, neste momento, cabe ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rui Ramos, cobrar judicialmente os cerca de R$ 300 milhões em repasses atrasados desde 2016. Em requerimento, o Sinjusmat pede ao Conselho de Magistratura que se posicione de modo que o Tribunal de Justiça entre com......
Sinjusmat reitera requerimento de URV27/07/17 Na tarde do dia 24 de julho o Sinjusmat reiterou o requerimento protocolado sob o nº 0157140-61.2016.811.0000 de 10/2016 onde requer o reconhecimento e pagamento de direitos relativos à URV. O Sinjusmat requer o reconhecimento do direito......
Sinjusmat reitera pedido de melhorias para os Servidores16/02/17 Na manhã de segunda-feira (13-02) a diretoria do Sinjusmat reuniu-se com o Exmo. Sr. Presidente do Tribunal de Justiça Des. Rui Ramos Ribeiro e sua equipe administrativa para discussão de temas pertinentes a carreira e acréscimo......

Voltar para Notícias