NOTÍCIAS

Postado em 18 de Agosto de 2017 às 08h04

Sinjusmat entende que decisão do CNJ não atinge Servidores

SINJUSMAT Após repercussão nacional referente ao pagamento de passivos de Magistrados realizado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso o CNJ determinou o sobrestamento de todo e qualquer pagamento relativo a...

Após repercussão nacional referente ao pagamento de passivos de Magistrados realizado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso o CNJ determinou o sobrestamento de todo e qualquer pagamento relativo a passivos dos Magistrados.

O Sinjusmat buscou conhecer o inteiro teor da decisão a fim de constatar o alcance de seus efeitos – se afetam ou não os passivos de Servidores. Da análise concluiu-se que a decisão do CNJ se refere somente aos passivos de Magistrados e não implicarão sobrestamento de pagamentos de passivos de Servidores.

Por este motivo o Sinjusmat protocolou ao Presidente do Tribunal de Justiça requerimento para que dê continuidade ao cronograma de pagamento referentes à licenças-prêmio, abono pecuniário, designações, compensatórias de aposentados, passivos de progressões e outros créditos já apurados e provisionados por essa respeitável Administração

Imprensa Sinjusmat

Veja também

Corregedoria recebe SINJUSMAT e Distribuidores para reunião.07/12/17 Na tarde de ontem (6.12.2017) a Corregedoria, representada pela Excelentíssima Juíza Auxiliar Dra. Ana Cristina Silva Mendes, recebeu a diretoria do SINJUSMAT, acompanhada dos Distribuidores da Comarca de Cuiabá e Várzea Grande-MT. Também estiveram presentes na reunião membros dos Departamentos de Arrecadação (DCA) e Departamento de Informática......
Parecer Jurídico quanto a Lei 10.656 de dezembro 2017.07/03/18   A retroatividade da Lei n.º 10.656/17 é inconstitucional, conforme precedente do STF. Os servidores do Estado de Mato Grosso foram surpreendidos com a promulgação da Lei n.º 10.656 no dia 28 de dezembro de......

Voltar para Notícias