NOTÍCIAS

Postado em 08 de Novembro de 2017 às 16h57

Servidores do Judiciário aguardam aumento real

SINJUSMAT O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso – Sinjusmat, comunica a todos os Servidores do Poder Judiciário que, ainda nesta primeira quinzena de novembro, deverá se confirmar a...

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso – Sinjusmat, comunica a todos os Servidores do Poder Judiciário que, ainda nesta primeira quinzena de novembro, deverá se confirmar a proposta de aumento real de 7% (sete por cento) para este ano de 2017 e 5% (cinco por cento) para o ano de 2018, que deverá ser implementado linearmente no subsídio de todas as classes de Servidores.

Ocorrendo todos os trâmites em tempo hábil, os primeiros 7% (sete por cento) poderão ser implementados já na folha de pagamento deste mês de novembro de 2017. Enquanto os demais 5% (cinco por cento) têm previsão para o mês de outubro de 2018.

Lembrando que esta proposta apresentada pela Administração atende parte das reinvindicações de valorização dos Servidores, formalizadas em reunião realizada com o Presidente Rui Ramos Ribeiro, em data de 04 de julho do corrente ano. Reunião esta articulada pelo Sinjusmat que contou com a presença de 271 Servidores oriundos de quase 50 Comarcas do Estado.

Durante as inúmeras tratativas entre a Diretoria do Sinjusmat e Diretoria Administrativa do Tribunal de Justiça a presidência do TJ sempre procurou enfatizar seu compromisso com a valorização dos Servidores.

E este compromisso vem se consolidando através da efetivação das progressões Vertical e Horizontal, programadas já para este mês de novembro e, agora, com a implementação desta proposta de aumento real, embora ainda restam alguns pontos relativos a reestruturação das carreiras pendentes de análise e decisão, os quais integram os anseios dos Servidores.

Nas palavras do Presidente do Sinjusmat: “Reconhecemos o empenho da Administração demonstrado ao longo deste ano e sabemos que nem tudo é possível realizar no mesmo momento. Mantemo-nos confiantes que, um segundo passo da Administração, será a reestruturação das carreiras do Judiciário com a correção de distorções que geram grandes perdas aos nossos Colegas".

Matéria: Equipe Sinjusmat

Foto: disponível na internet

Veja também

TJ pode posicionar-se contra Taques e cobrar duodécimos atrasados23/05/18 O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso ( Sinjusmat) entende que, neste momento, cabe ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rui Ramos, cobrar judicialmente os cerca de R$ 300 milhões em repasses atrasados desde 2016. Em requerimento, o Sinjusmat pede ao Conselho de Magistratura que se posicione de modo que o Tribunal de Justiça entre com......
Entenda as principais propostas de alteração do SDCR17/05/17 Como é de conhecimento de todos os Servidores do Poder Judiciário nosso plano de Carreira – o SDCR – Lei 8.709 de 2007, alterada pela Lei 8.814 de 2008 - já nasceu com alguns problemas pontuais. Logo que implementado e......

Voltar para Notícias