NOTÍCIAS

Postado em 02 de Julho às 16h06

Pleno do Tribunal de Justiça autoriza projeto de lei que reconhece isonomia entre gestor substituto e gestor Judiciário

Decisão do Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, proferida no dia 27 de junho, autoriza seu presidente, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, a enviar projeto de Lei à Assembleia Legislativa reconhecendo a isonomia entre a função de gestor substituto e a de gestor Judiciário, o que implica em um valor único para ambas as funções de confiança.

O reconhecimento da igualdade remuneratória entre as duas funções é uma conquista do Sinjusmat que, por meio de sua assessoria jurídica, já havia protocolado requerimento administrativo e ação judicial buscando eliminar essa deformação histórica entre esses servidores do Poder Judiciário em Mato Grosso.

Essa é uma luta antiga do sindicato, que sempre denunciou o fato de ambos os cargos exercerem rigorosamente as mesmas funções, sendo que persistia o fato de o gestor substituto receber uma função de confiança com valor menor do que o gestor Judiciário. Agora, após aprovação do projeto de lei no legislativo que já é dada como certa, essa distorção finalmente será corrigida.

"A ação jurídica do Sinjusmat prosseguirá, no sentido de assegurar o pagamento retroativo da diferença remuneratória a todos os servidores lotados no cargo de confiança de gestor substituto. Mesmo com o envio do projeto de lei para a ALMT", destaca o advogado Bruno Boaventura, assessor jurídico do Sinjusmat.

"Essa é mais uma importante vitória de nossa categoria. Tal decisão acontece em função da luta e determinação de nosso sindicato. Agora, vamos lutar para que essa injustiça seja reparada, também garantindo a esses servidores o pagamento da diferença acumulada até aqui!", reforça o presidente do Sinjusmat, Rosenwal Rodrigues.

Veja também

Sindicato acusa Taques de mentir em ação sobre duodécimo e quer condenação10/04/18 O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sinjusmat) entregou informações ao Supremo Tribunal Federal para provar que o governador Pedro Taques (PSDB) está mentido sobre o pagamento de duodécimos e a frustração da receita. O sindicato pede que Taques seja condenado por litigância de má-fé, em consequência de tentar “alterar as......
SINJUSMAT REBATE POSIÇÃO DO DEPUTADO JOÃO BATISTA SOBRE O RGA13/03 Nesta data (13/março/2019), o SINJUSMAT tomou conhecimento de reportagem publicada no site “rdnews.com.br”, a qual intitulada como: “TJ requer autorização para pagar RGA de 3,48% e João Batista se posiciona......
TJMT transfere feriado para o dia 3126/10/16 O expediente do Poder Judiciário de Mato Grosso estará suspenso entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro em virtude da transferência do feriado do Dia do Servidor Público, comemorado em 28 de outubro, para a próxima......

Voltar para Notícias