NOTÍCIAS

Postado em 11 de Janeiro de 2018 às 16h41

Com quase R$ 90 milhões de repasse atrasado, Tribunal de Justiça cobra Estado

SINJUSMAT O Governo do Estado deve R$ 89,8 milhões ao Tribunal de Justiça, referente ao duodécimo de novembro, que foi pago parcialmente, e dezembro, que não foi pago. A cobrança foi feita por meio de uma...


O Governo do Estado deve R$ 89,8 milhões ao Tribunal de Justiça, referente ao duodécimo de novembro, que foi pago parcialmente, e dezembro, que não foi pago. A cobrança foi feita por meio de uma nota de esclarecimento divulgada pelo TJ no início da noite dessa quarta (10), na qual pontua quais valores já foram recebidos. O montante foi informado pela secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

Em dezembro, o Poder Executivo repassou em torno de R$ 148,8 milhões ao tribunal. No dia 1º, a instituição recebeu duodécimo destinado ao custeio das despesas com pessoal e extra pessoal referente a outubro. Já no dia 28 foi feito repasse parcial referente a novembro, para o custeio parcial das despesas com pessoal e o custeio integral com as despesas extra pessoal.

“Os valores recebidos são empregados no custeio das atividades do Poder Judiciário de Mato Grosso e na realização de investimentos necessários ao aprimoramento dos serviços forenses, tanto na sede do Tribunal de Justiça quanto nas 79 comarcas”, diz trecho da nota.

Resta pendente, em relação a 2017, o repasse de parte do duodécimo referente a novembro, bem como dezembro integral. A Sefaz, contudo, assegura que o Estado deve apenas parte de novembro e parte de dezembro.

FEX

Nos primeiros dias deste ano, o governo repassou R$ 150,5 milhões aos Poderes e órgãos autônomos com recursos provenientes do Fundo de Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX). O compromisso de usar o dinheiro do fundo para este fim foi assumido pelo governador Pedro Taques (PSDB) antes de sair de férias.

Na última semana de 2017, Mato Grosso recebeu R$ 496 milhões do FEX. Deste total, R$ 120 milhões foram repassados aos municípios enquanto o restante destinado ao pagamento de parte dos duodécimos em atraso e para quitar dívidas da saúde.

 

Reportagem: Eduardo Fernandes

Fonte: http://www.rdnews.com.br

Veja também

SINJUSMAT mantem a luta em busca da regularização dos repasses pelo Governo15/01/18 O SINJUSMAT, na tarde desta segunda-feira 15 de janeiro de 2018, protocolou junto ao Tribunal de Contas do Estado requerimento de instauração de procedimento administrativo de TOMADA DE CONTAS ESPECIAL em face do Poder Executivo Estadual, representado pelo Governador do Estado Sr. José Pedro Taques. O Procedimento de TOMADA DE CONSTAS ESPECIAL tem fundamentação legal no......
Avanços da categoria são atribuidos a postura da liderança13/01/17 Mais um ano se inicia e com ele novos projetos são traçados, novas metas são propostas, novos desafios se apresentam e, mais uma vez, a fé e a esperança se renovam. Mas tão importante quanto projetar o futuro é......
Sinjusmat requer revisão dos cálculos de URV01/11/16 O Sinjusmat protocolou requerimento de revisão dos cálculos relativo aos créditos dos Servidores. Veja a íntegra do requerimento no anexo abaixo. ...

Voltar para Notícias